terça-feira, 26 de março de 2013

Estorias de Minuto - 4

Reintegração de Posse
por Roberto Miranda

Foi um dia sombrio para a humanidade.
Vinda do espaço profundo, a gigantesca nave-mãe retornava ao seu mundo de origem: a Terra. Sua tripulação de descendentes da civilização mais antiga desta galáxia, a qual chamavam de Torah, revelou coisas sobre nós, quando muitos já desconfiavam.
O encontro marcado em reunião da ONU foi transmitido por satélite para o mundo e convenientemente com discurso de abertura do Presidente em exercício da única superpotência do planeta. A fala mansa e desgastada anunciou com apreensão a presença do líder alienígena antes de este tomar o seu lugar no palanque. Ele proferiu sua mensagem em um dialeto ruidoso e agressivo, porém, a nave-mãe o retransmitiu em todos os idiomas para a população estarrecida em frente aos televisores de suas casas, nos bares e lojas comerciais, e incrédulos escutaram da sinistra criatura a historia por trás do nascimento da humanidade.
Controversas discussões religiosas à parte, somente a comunidade cientifica foi ouvida pelos lideres do mundo, principalmente aqueles que consideravam a hipótese há algum tempo.
Há milhares de anos, a civilização que habitava o planeta teve de ser mobilizada para conter um conflito galático, envolvendo forças hostis espalhadas pelo universo, e deixaram serviçais concebidos geneticamente para salvaguardar o ecossistema planetário, estabelecendo contato à longa distancia com controladores enquanto estivessem em campanha.
Um evento catastrófico estava quase a dizimar os serviçais quando os controladores tomaram uma atitude imprevisível diante da perda de contato, enviando ordens para os servos restantes assimilarem métodos de autopreservação da fauna em redor.
Por seculos, o tumulto no pequeno planeta fora deixado de lado, até o conflito terminar e planejarem o retorno da nave-mãe.
Mas, nos últimos momentos da longa jornada de volta, tomaram conhecimento do que havia acontecido através da recepção de ondas de rádio ricocheteando na alta atmosfera e a detecção de objetos navegando pelo sistema solar, em especial, dois satélites na borda de sua fronteira.
Apesar de terem achado incrível, uma coisa era certa, a sociedade humanoide apagou de seus genes os códigos para os quais foram habilitados. E na ausência de seus mestres ousaram não preservar a mata nativa e o reino animal, cuja ordem final inapropriadamente transformou os instintos de autopreservação adquiridos simbioticamente, disseminando a paranoia de que era preciso conquistar o planeta, exaurindo suas fontes minerais e devastando recursos naturais.
Por essa razão, os verdadeiros donos da Terra tomaram a decisão arbitraria de retomar a posse do planeta anunciando o inicio do processo de descontaminação.
No fim, a Terra ficaria a salvo do seu mais intolerante predador: o homem.

Estorias de Minuto são produzidas em  em tempo real durante o intervalo de postagem cujo tema pode ser extraído de alguma matéria atual ou de assunto pertinente à ficção científica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente sobre o livro e seus personagens.